1 de mai de 2012

curtaa

Inglêiz eu não sei, maiz heim portuguêiz eu çôu fera.
Se ferradura desse sorte, burro não puxava carroça!
Eu não minto, apenas faço ficção com a boca

Nenhum comentário:

Postar um comentário